Logo a Fé é pelo ouvir,e o ouvir pela palavra de Cristo.Romanos 10-17 



QUINTA-FEIRA, 17 DE DEZEMBRO DE 2015

Teste de Realidade

"Eu lhes digo que este homem, e não o outro, foi para casa justificado diante de Deus. Pois quem se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado." (Lucas 18:14)

C. S. Lewis escreveu que "o verdadeiro teste sobre estar na presença de Deus é quando você se esquece completamente de si mesmo, ou se vê como um objeto pequeno e sujo." Hoje em dia, não costumamos ouvir afirmações como essa a partir dos púlpitos. Ouvimos sobre como podemos ser todos campeões. Ouvimos sobre como podemos ter sucesso, mas não é popular falar sobre ser espiritualmente necessitado, ensinar que somos pobres de espírito. No entanto, a Bíblia diz: "Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus." (Mateus 5:3)

Jesus contou uma história sobre um fariseu e um pecador que foram até o templo para orar. O fariseu, um homem religioso, orou: "Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros [...]" (Lucas 18:11). O pecador, por outro lado, sequer levantou seus olhos. Ele bateu no próprio peito e disse "Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador" (verso 13), literalmente "o pecador". Aparentemente ele não pensou sobre si mesmo como um dentre muitos pecadores. Ele agiu como se fosse o único pecador. Ele estava tão sobrecarregado com a percepção de seu pecado, com sua corrupção moral e pobreza espiritual, que até onde podia perceber o pecado de todas as outras pessoas era muito menor do que o seu próprio.

Jesus falou sobre ele "Eu lhes digo que este homem, e não o outro, foi para casa justificado diante de Deus" (verso 14). Por quê? Por que o pecador viu a si mesmo como realmente era. Embora a tendência seja fazer o oposto: tentamos justificar nossos pecados, pois podemos sempre encontrar pessoas que consideramos mais pecadoras que nós.

Se você quer ser feliz, deve se enxergar como realmente é, lamentar por isso, e querer uma mudança para sua vida. "Bem-aventurados os pobres em espírito." 

Devocionais

13MAR

DEUS EXAMINA O CORAÇÃO

Leia 1 Crônicas 29.10-19 e reflita.

“Sei, ó meu Deus, que sondas o coração e que te agradas com a integridade.” (1 Crônicas 29.17)

A famosa queda precedida pelo orgulho é permitida por Deus a fim de nos purificar da tendência para a presunção. Quando somos arrogantes e pensamos que podemos viver um momento que seja sem ele, Deus sonda nosso coração em busca de humildade. Se não encontra, ele permite que cheguemos ao fundo do poço, para adquirirmos uma nova perspectiva: temos de olhar para cima. É exatamente o de que precisamos se passamos muito tempo olhando para baixo.

Deus não dá esse tipo de prova para nos torturar. Faz isso para que nosso coração seja purificado e possamos vê-lo ou ver o seu propósito maior para nossa vida. Por exemplo, tempos atrás sofri uma queda na qual quebrei dois ossos do tornozelo e rompi os ligamentos. Fiquei deitada por várias semanas, incapaz de me apoiar nos pés, e tive muito tempo para orar e pensar. Logo me lembrei de que Deus vinha tentando atrair minha atenção por algum tempo, para fazer algumas alterações importantes em minha vida; entretanto, eu não me dispusera a ouvi-lo, até que fiquei deitada em minha cama, sofrendo fortes dores.

Foi nesse contexto que Deus me mostrou claramente que devíamos nos mudar de Los Angeles para o Tennessee. Meu coração tinha de ser provado pelo fogo e era doloroso. Eu faria a vontade de Deus ou o que eu queria? No final, o propósito de Deus prevaleceu, e acabamos no lugar certo, na hora certa.

ORAÇÃO
Ó Deus querido, sonda o meu coração mediante o mover do teu Espírito Santo. Vê se há em mim um coração arrogante e indisciplinado. Se me achares faltosa, toma o controle de minha vida e dirige-me para uma vida segundo o teu querer. Testa o meu coração. Refina-o. Faz que ele seja moldado de acordo com tua santa vontade. Que eu leve uma vida de integridade diante da tua presença, em nome de Jesus. Amém.

 Ministério do Belém

Campo Circuito das Águas

Tenha você também a sua rádio